Malawi notícias: Cerca de um milhão e quinhentos mil trabalhadores do Malawi poderão perder emprego, devido ao Covid-19

Cerca de um milhão e quinhentos mil trabalhadores do Malawi poderão perder emprego, devido ao Covid 19 que já se alastrou para 10 distritos deste país.

A ministra do trabalho do Malawi, Lilian Patel, que avançou a informação, apontou o sector de hotelaria e turismo e da indústria manufactureira, como os que reduziram significativamente a sua força laboral com a paralisação das suas actividades.

Lilian Patel disse que para salvaguardar os postos de trabalho e a economia do país dos efeitos do novo coronavírus, o governo adoptou várias estratégias para garantir a sobrevivência do sector privado, um dos maiores empregadores e provedor de bens e serviços.

Por seu turno o secretário-geral dos sindicatos do Malawi, Dannis Kalekeni, disse que devido ao impacto da pandemia do Covid-19, muitos trabalhadores perderam os seus empregos, outros forçados a férias colectivas e outros ainda sujeitos a cortes salariais.

Entretanto, as estratégias de campanha eleitoral no Malawi, preocupam o ministério da saúde, que tem vindo a alertar que as enchentes em comícios de campanha eleitoral, poderão acelerar a propagação de casos de Covid-19.

No passado domingo as igrejas que estavam encerradas foram reabertas e os fazedores de desporto insistem que os campos de futebol voltem a acolher jogos pois segundo eles, não há diferença entre assistir uma partida de futebol e participar num comício propagandístico.

Isto está deitar água abaixo os esforços empreendidos pelo sector da saúde na luta contra o Covid 19, segundo Dan Namarika, secretário do ministro da saúde e população do Malawi.

O Malawi, com 3 óbitos, está com um cumulativo de 57 casos de infecção pelo coronavírus, com 24 pacientes já recuperados

Publicar um comentário

0 Comentários