Hospital Central da Beira a braços com escassez de sangue

O Hospital Central da Beira, em Sofala, debate-se com a escassez de sangue.

Esta situação pode estar relacionada com as medidas restritivas impostas no âmbito do combate ao novo coronavírus
O problema começou logo depois do encerramento das escolas e igrejas, de ondem provêm a maioria dos dadores.

A directora clínica do Hospital Central da Beira, Ana Tambo, sublinha que as reservas de sangue caíram e está muito difícil a reposição.

“ É complicada esta fase. Antes nós é que íamos para os doadores, para as escolas, para as igrejas e uma vez que todos esses locais estão encerrados, vai nos custar VT muito fazer face a doação de sangue”, disse.

Publicar um comentário

0 Comentários