Ataques em Moçambique: seis feridos num novo ataque na estrada nacional 1

O ataque ocorreu por volta das 7:30 na zona centro do pais, e as pessoas foram antingidas por estilhaços de vidros, quando o autocarro foi alvejado por " rajadas de Balas" um pouco depois de Manica e Sofala, disse um dos passageiros.

Os passageiros do autocarro tinham pernoitado na zona de Muxungue, com receio de emboscadas que têm sido comuns neste troço desde agosto do ano passado.

Entre Mutindir e Muda serração foi montada uma posição militar que impede a circulação de viaturas no troço alvos dos ataques depois das 18:00 as vítimas deste novo ataque foram levadas ao hospital rural de Muxungue, a unidade mais próxima.

O porta-voz da polícia Moçambicana em Sofala, Daniel Macucua que pro meteu um pronunciamento nas próxima horas.

Esta incursão surge na sequência de outras registradas em Manica e Sofala tendo provocado a morte de 23 pessoas desde agosto em estradas e provincias do centro de Moçambique.
Na região, deambulam guerrilheiros dissidentes da Resistência nacional Moçambicana (RENAMO), liderados por Mariano Nhongo, acusado pela autoridades de ser responsável pelos ataques, mas que apenas assumiu algumas ações.

O grupo tem ameaçado recorrer a violência armada para negociar melhores condições de reintegração social do que acordadas pelo seu partido com o governo.

A zona do ataque tem sido palco de outros incursões naquele troço  que liga o norte ao inchop, importante entroncamento com a estrada nacional 6 ( entre Beira e Zimbabwe)

Publicar um comentário

0 Comentários